WITNESS MOVIE TRAILER PAGE – Videodetective.com

 

A TESTEMUNHA

 

Título original: Witness

Produção: EUA/1985

Direção: Peter Weir

Elenco: Harrison Ford, Kelly McGillis, Alexander Gudonov, Danny Glover, Lucas Haas, Jan Rubes.

Prêmio: Oscar de roteiro original.

Distribuição: CIC Vídeo, 112 minutos

 

Sob a direção magistral do australiano Peter Weir, A Testemunha narra a história de Samuel, um garoto de família judaica que assiste ao assinato de um policial no lavatório de uma estação de trem, quando viajava em companhia da mãe, Raquel Lapp (Kelly McGillis) para Baltimore. O agente de polícia John Book (Harrison Ford) deve protegê-los, a fim de que o menino possa ser testemunha no processo, e refugia-se na própria comunidade amish – grupo judeu ao qual Raquel e o garoto pertenciam.

Lançado em 1985, o filme recebeu o Oscar de roteiro original. De fato, com muita habilidade o enredo mostra o contraste existente entre a cidade moderna e a tranquilidade do campo, onde vive a família de Samuel. Embora enquadrada no gênero policial, a trama apresenta também caracteristicas de drama romântico.

Do ponto de vista temático, o enredo oferece muitos elementos para análise dos grupos amish. Para que é sensível aos problemas da sociedade humana, existem duas opções básicas: a inserção na vida cotidiana, realizando um esforço para melhorar suas condições, ou a segregação deste mundo contaminado, para preservar os valores morais e religiosos. O enredo enfoca a vida numa comunidade amish, de origem alemã, que vive na região da Pensilvânia (EUA), num regime de segregação social voluntária. De tendência religiosa fundamentalista, o grupo considera que os avanços do mundo moderno, o conforto e o bem-estar são um estímulo à decadência moral. A comunidade forma uma espécie de corporação religiosa, cuja renda provém da agricultura e da criação de gado. Morando em fazendas, procuram manter costumes simples de vida. Não têm telefone nem televisão.

Os transportes são feitos em carroças e charretes. Os homens usam ternos pretos sem botões e calças com suspensórios. As mulheres, toucas na cabeça, vestidos longos e de cores sóbrias.

O grupo é orientado pro rígidas normas éticas, sob a liderança de um conselho de anciões. Este conselho deve zelar pela preservação dos valores básicos da vida judaica, como a oração freqüente e a austeridade. A doutrina pacifista constitui uma das características principais do grupo, em que a vida humana é apresentada como valor essencial, sendo proibida a utlização de armas e qualquer conduta violenta.

Nada impede, no entanto, que se exerça uma violência simbólica contra as pessoas que transgridem as normas do convívio social. Elas são condenadas a viver num clima de excomunhão por parte do grupo. A própria Raquel é ameaçada de exclusão por sua simpatia para com o policial John Book. A presença dele, escondido numa das fazendas, pertuba a tranqüilidade da comunidade. Embora John procure adaptar às regras e tradições locais, sua própria profissão, que exige o uso de armas, é rejeitada pela liderança local.

A testemunha propõe aspectos importantes para debate e aprofundamento em cursos de antropologia cultural e sociologia, ou seja, a análise de grupos que se constituem à margem da sociedade moderna, com valores bem específicos e definidos.

Merece também atenção a situação da mulher em sociedades d origem patriarcal, como as de tradição judaica, que exerce um rígido controle sobre sua conduta.

A testemunha é um agradável entretenimento para qualquer tipo de público, uma lição sobre a valorização da vida e o respeito à dignidade humana.

 

Peter Weir

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Ir para: navegação, pesquisa

Peter Lindsay Weir (Sydney, 21 de agosto de 1944) é um diretor de cinema e roteirista australiano.

Weir estudou Arte e Direito na Universidade de Sydney. O primeiro filme realizado nos Estados Unidos foi A testemunha, em 1985.

Índice

[esconder]


[editar] Filmografia


[editar] Como diretor
  • 2007 – War Magician (em pré-produção)
  • 2003 – Master and Commander: The Far Side of the World (br: Mestre dos mares — pt: Master & Commander – O lado longínquo do mundo)
  • 1998 – The Truman Show (br: O show de Truman – O show da vida — pt: A vida em directo)
  • 1993 – Fearless (br / pt: Sem medo de viver)
  • 1990 – Green Card (br: Green Card – Passaporte para o amor — pt: Casamento por conveniência)
  • 1989 – Dead Poets Society (br: Sociedade dos poetas mortos — pt: O clube dos poetas mortos)
  • 1986 – The Mosquito Coast (br: A costa do mosquito — pt: )
  • 1985 – Witness (br/ pt: A testemunha)
  • 1982 – The Year of Living Dangerously (br: O ano que vivemos em perigo — pt: O ano de todos os perigos)
  • 1981 – Gallipoli (br / pt: Gallipoli)
  • 1979 – The Plumber (br: O encanador — pt: ) (TV)
  • 1977 – The Last Wave
  • 1975 – Picnic at Hanging Rock (br: Picnic na montanha misteriosa — pt: )
  • 1974 – The Cars That Ate Paris
  • 1971 – Three to Go (episódio Michael)
  • 1971 – Homesdale


[editar] Como roteirista
  • 2003 – Master and Commander: The Far Side of the World
  • 1990 – Green Card
  • 1982 – The Year of Living Dangerously
  • 1981 – Gallipoli
  • 1979 – The Plumber (TV)
  • 1977 – The Last Wave
  • 1974 – The Cars That Ate Paris
  • 1973 – The Very Best of ‘The Aunty Jack Show’ (TV)
  • 1971 – Three to Go (episódio Michael)
  • 1971 – Homesdale


[editar] Trabalhos na TV

  • Man on Green Bike(1969)
  • The Plumber(1978)

 

WITNESS MOVIE TRAILER PAGE – Videodetective.com

Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s